Nilo Rodarte, Escrivão de Polícia
  • Escrivão de Polícia

Nilo Rodarte

Boa Esperança (MG)
61seguidores55seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Policial Civil do Estado de Minas Gerais, Bacharel em Direito

Comentários

(495)
Nilo Rodarte, Escrivão de Polícia
Nilo Rodarte
Comentário · há 6 dias
Boa Noite, Gelson. Não sou a pessoa mais indicada para lhe esclarecer qualquer dúvida sobre direito trabalhista porque não é a minha área. Sei muito pouco, apenas o básico. Desde a faculdade eu já não gostava muito. De qualquer forma, algumas coisas são básicas para todos os ramos do direito: Primeiro: toda sentença de um juiz é baseada no livre convencimento motivado que o juiz obtém através das provas que são produzidas nos autos. É por isso que um mesmo assunto pode ser visto por um juiz de uma maneira e por outro juiz de outra e é por isso que existem os graus de recurso nos processos. Não concordou com a sentença, recorre para a instância superior. O que nos leva a um segundo ponto: não é possível dar uma opinião sobre um caso sem conhecer o processo. Sem pegar os autos, folhear e ler tudo que está ali. O que foi produzido de prova, o que foi decidido, enfim, tudo. O seu caso, do jeito que você está descrevendo é muito estranho, bem diferente, bem peculiar. Parece estrando que tudo isso aconteceu e o Juiz do trabalho deixou passar tudo, então, sem ver os autos, não dá para tecer uma opinião. Isso tudo nos leva a um terceiro fato: a relação do cliente com o advogado. É como uma relação de médico e paciente. Tem que ter confiança. O seu advogado tem que te explicar tudo que está acontecendo no processo. Se há dúvidas, você deve procurar uma segunda opinião e se a confiança está abalada, vocês devem encerrar essa parceria e você deve procurar outro advogado. Sempre se informe sobre os advogados de sua cidade, de todos os ramos. Tente um especialista na área. Do mesmo jeito que a gente procura informações de uma diarista ou de um pedreiro, é assim também com o advogado ou o médico, o mercado seleciona. Se não puder pagar, se informe na OAB de sua cidade ou na Defensoria Pública ou mesmo do sindicato que representa sua classe. Mas faça valer seus direitos, se eles estiverem sendo mesmo tão desrespeitados.

Perfis que segue

(55)
Carregando

Seguidores

(61)
Carregando

Tópicos de interesse

(92)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Nilo

Carregando

Nilo Rodarte

Entrar em contato